Dante Alighieri

Dante Alighieri foi um escritor, poeta e político florentino

Dante Alighieri era um poeta italiano e fil√≥sofo moral mais conhecido pelo poema √©pico A Divina Com√©dia, que compreende se√ß√Ķes que representam as tr√™s camadas da vida ap√≥s a morte crist√£: purgat√≥rio, c√©u e inferno. Este poema, uma grande obra da literatura medieval e considerada a maior obra da literatura composta em italiano, √© uma vis√£o filos√≥fica crist√£ do destino eterno da humanidade. Dante √© visto como o pai do italiano moderno, e suas obras floresceram antes de sua morte em 1321.

Primeiros anos

Dante Alighieri nasceu em 1265 em uma família com histórico de envolvimento no complexo cenário político florentino, e esse cenário se tornaria uma característica do seu Inferno anos depois. A mãe de Dante morreu apenas alguns anos após seu nascimento, e quando Dante tinha cerca de 12 anos, foi combinado que ele se casaria com Gemma Donati, filha de um amigo da família. Assim, por volta de 1285, o casal se casou, mas Dante Alighieri estava apaixonado por outra mulher РBeatrice Portinari, que teria uma enorme influência sobre Dante e cujo personagem formaria a espinha dorsal da Divina Comédia de Dante.

Dante conheceu Beatrice quando ela tinha apenas nove anos de idade, e ele aparentemente experimentou amor √† primeira vista. Os dois se conheciam h√° anos, mas o amor de Dante por Beatrice era “cort√™s” (que poderia ser chamado de express√£o de amor e admira√ß√£o, geralmente de longe) e n√£o correspondido. Beatrice morreu inesperadamente em 1290 e, cinco anos depois, Dante publicou Vita Nuova, que detalha seu tr√°gico amor por Beatrice. Al√©m de ser o primeiro livro de versos de Dante, Vita Nuova √© not√°vel por ter sido escrito em italiano, enquanto a maioria das outras obras da √©poca aparecia em latim.

Política

Assim, por volta da √©poca da morte de Beatrice, Dante come√ßou a mergulhar no estudo da filosofia e das maquina√ß√Ķes do cen√°rio pol√≠tico florentino. De fato, Floren√ßa era ent√£o uma cidade tumultuada, com fac√ß√Ķes representando o papado e o imp√©rio continuamente em desacordo. Desse modo, Dante ocupou v√°rios cargos p√ļblicos importantes. Em 1302, no entanto, ele desvalorizou e foi exilado por toda a vida pelos l√≠deres dos Guelphs Negros (entre eles Corso Donati, parente distante da esposa de Dante). Isto √©, a fac√ß√£o pol√≠tica no poder da √©poca e que estavam na liga com o Papa Bonif√°cio VIII.

O papa, assim como in√ļmeras outras figuras da pol√≠tica florentina, encontrou um lugar no inferno que Dante cria em sua obra. Dante pode ter sido expulso de Floren√ßa, mas esse seria o come√ßo de seu per√≠odo art√≠stico mais produtivo.

Dante Alighieri

Exílio

No ex√≠lio, Dante viajou e escreveu, concebendo A Divina Com√©dia, e se retirou de todas as atividades pol√≠ticas. Em 1304, ele parece ter ido a Bolonha, onde iniciou seu tratado em latim “De Vulgari Eloquentia”. Obra na qual ele pedia que o italiano cort√™s, usado na escrita amat√≥ria, fosse enriquecido com aspectos de qualquer linguagem falada. O idioma criado seria uma maneira de tentar unificar os territ√≥rios italianos divididos. Em suma, o trabalho foi deixado inacabado, mas, no entanto, influenciou.

Em março de 1306, os exilados florentinos foram expulsos de Bolonha e, em agosto, Dante acabou em Pádua. Entretanto, a partir desse ponto o paradeiro de Dante não é conhecido há alguns anos. Os relatórios às vezes o colocam em Paris, entre 1307 e 1309, mas sua visita à cidade não pode ser comprovada.

Em 1308, Henrique do Luxemburgo foi eleito imperador como Henrique VII. Cheio de otimismo sobre as mudanças que essa eleição poderia trazer para a Itália (na verdade, Henrique VII poderia, finalmente, restaurar a paz de seu trono imperial e, ao mesmo tempo, subordinar sua espiritualidade à autoridade religiosa), Dante Alighieri escreveu seu famoso trabalho sobre a monarquia.

Isto é, o De Monarchia, em três livros, nos quais ele afirma que a autoridade do imperador não depende do papa, mas desce sobre ele diretamente de Deus. No entanto, a popularidade de Henrique VII desapareceu rapidamente, e seus inimigos ganharam força, ameaçando sua ascensão ao trono. Esses inimigos, como Dante via, eram membros do governo florentino, então Dante escreveu uma diatribe contra eles e foi prontamente incluído em uma lista daqueles que foram permanentemente banidos da cidade. Por volta dessa época, ele começou a escrever sua obra mais famosa, A Divina Comédia .

A Divina Comédia

Na primavera de 1312, Dante parecia ter ido com os outros exilados para encontrar o novo imperador em Pisa. Afinal de contas, a ascensão de Henrique foi sustentada e ele foi nomeado Sacro Imperador Romano em 1312. No entanto, novamente, seu paradeiro exato durante esse período é incerto. Em 1314, entretanto, Dante Alighieri completou o Inferno, o segmento da Divina Comédia ambientado no inferno. Além disso, em 1317 ele se estabeleceu em Ravenna e lá completou A Divina Comédia (logo antes de sua morte, em 1321).

A Divina Com√©dia √© uma alegoria da vida humana apresentada como uma viagem vision√°ria pela vida ap√≥s a morte crist√£. De fato, a obra foi escrita como um aviso a uma sociedade corrupta para se dirigir ao caminho da justi√ßa. Ou seja, ‚Äúpara remover os que vivem nesta vida do estado de mis√©ria, e lev√°-los ao estado de felicidade”.

Estrutura

O poema é escrito na primeira pessoa (da perspectiva do poeta) e segue a jornada de Dante Alighieri pelos três reinos cristãos dos mortos: inferno, purgatório e, finalmente, o céu. O poeta romano Virgílio guia Dante pelo inferno e purgatório, enquanto Beatrice o guia pelo céu. A jornada dura da noite anterior à Sexta-feira Santa até a quarta-feira após a Páscoa, na primavera de 1300. Isto é, colocando-a no exílio factual de Dante de Florença, que paira por todo o Inferno e serve como uma corrente subjacente à jornada do poeta.

A estrutura dos tr√™s reinos da vida ap√≥s a morte segue um padr√£o comum de nove est√°gios, mais um d√©cimo adicional e primordial. Ou seja, nove c√≠rculos do inferno, seguidos pelo n√≠vel de L√ļcifer no fundo. Nove an√©is do purgat√≥rio, com o Jardim do √Čden no auge. E, enfim, os nove corpos celestes do c√©u, seguidos pelo emp√≠reo (o est√°gio mais alto do c√©u, onde Deus reside).

O poema √© composto de 100 cantos, escritos na medida conhecida como terza rima. Assim, o n√ļmero divino 3 aparece em cada parte do poema, que Dante Alighieri modificou de sua forma popular para que pudesse ser considerado como sua pr√≥pria inven√ß√£o.

Leave a Reply